[tabgroup]
[tab title=”English”]

What I love most about water-colour is the lack of control you have when working with it. You don’t really know how the paint is going to dry, the ways the water is going to take the paint… and that’s absolutely the beauty of it. Having a style of illustration already set, it had been a while since I had a portrait style illustration done. But getting out of my “slim big nosed characters” was fun.

This was the first sketch made. I’m a messy drawer generally, and I like the freedom of making a mess on sketch paper. I generally prefer a mechanical pencil for sketches and they often turn out filled with many noisy lines.

IMG_20140602_155354

 

After I’m happy with my sketch I pass it to good paper. For a while I used carbon paper but then you cannot possibly get it off, so I moved to a light “table”. And here a trick from my old university days. There wasn’t many light tables available, as neither there was time, we got creative. So here it is a version of my “window light table”. As long as the sun is shining that’s how I pass my drawings to good paper. It works just as well.

IMG_20140602_161556

 

I often work with water-colour paint and also ink. English brands are my favourite, and I mostly combine Winsor & Newton inks with Reeves water-colour.

Although it was a kind of portrait style pairing, I still run a way from too realistic style. I like a bit of surrealism added to my pieces. This was half way through, before adding the final details.

IMG_20140607_134346

 

And the final illustration, which is available at easy.

 

rob-A3plus

 

And the full speed pairing process of this water-colour:

[/tab]
[tab title=”Português”]

O que eu mais gosto em aquarela é a falta de controle que você tem quando trabalha com ela. Você realmente não sabe como a pintura irá secar, os cainhos que a água ir tomar… e isso é absolutamente a beleza da aquarela! Já tendo um estilo de ilustração definido, já faz um certo tempo que eu não fazia uma ilustração no estilo de retrato. Porém sair da minha linha de “altos, magros e narigudos” foi divertido.

Esse foi o primeiro rascunho que fiz. Eu faço uma certa bagunça em meus rascunhos, eu adoro a liberdade de poder fazer bagunça no papel. Eu geralmente prefiro usar lapiseira para meus rascunhos, e o resultado final é um papel cheio de linhas não muito definidas.

IMG_20140602_155354

Quando estou satisfeita com o rascunho, eu o transfiro para um papel de qualidade. Por um tempo eu usei carbono, mas depois é impossível de apagar, então agora utilizo minha “mesa de luz”. E aqui tenho uma dica dos meus tempos de universidade. Não haviam mesas de luz suficientes para todos, então utilizávamos a criatividade. Então aqui está minha versão da “janela mesa de luz”. Enquanto o sol estiver brilhando é possível transferir rascunhos para outro papel. Funciona perfeitamente.

IMG_20140602_161556

 

Normalmente trabalho misturando aquarela e nanquim. Marcas inglesas são minhas favoritas, e geralmente mesclo nanquim da Window & Newton com aquarelas da Reeves.

Apesar de isso ser um ilustração no estilo retrato, eu ainda assim gosto de fugir do realismo. Gosto de acionar um pouco de surrealismo aos meus trabalhos. Aqui estava na metade do caminho, antes de adicionar os detalhes:

 

IMG_20140607_134346

 

E aqui a ilustração final, que está disponível na etsy.

 

rob-A3plus

 

Um vídeo completo do time lapse dessa ilustração pode ser visto aqui:

[/tab]

[/tabgroup]

Share